Labradores.com no telemóvel!

17 de julho de 2007

Doenças


Tal como as pessoas os cães também têm doenças, por isso é necessário estar informado para as poder prevenir e tratar.



Qualquer mudança no comportamento do cão deve merecer a atenção do dono: se ele comer e beber de mais ou de menos, se ele coxeia ou se só parece cansado e abatido, se ele fizer mais ou menos fezes e urina, se reagir com dor quando é tocado ou se estiver constantemente a cuidar de certas partes do corpo. Há que dar também atenção a mudanças físicas, como uma barriga inchada, aumentos ou perdas rápidas de peso e rubefacções.

A febre é um factor que deve ser levado muito a sério e que, muitas vezes o dono não se apercebe imediatamente. A febre reconhece-se por um naris seco, orelhas quentes e olhos turvos. Em caso de dúvida tire a temperatura com um termómetro vulgar. No caso dos labradores a temperatura deve situar-se entre os 37.5 e os 38.5 graus Cº.


O Tópico seguinte dá-lhe uma visão dos sintomas mais frequentes das doenças, indica o nome da possível doença e ensina a tomar as medidas necessárias em cada caso particular.


Sintomas Frequentes da Doença e suas Possíveis Causas


Vomitar
Uma vez
Nada (não há razão para se preocupar)

Continuamente

Envenenamento; doenças infecciosas; oclusão dos intestinos através de corpos estranhos; rotação do estômago

Procurar imediatamente o veterinário

Repetidamente

Alimentação errada; distúrbios nervosos

Procurar Veterinário


Diarreia


Fora isso, o cão sente-se bem

1 dia de jejum, a seguir 1-2 dias de comida ligeira (peixe ou frango cozidos; chá com mel)


Estado geral de saúde mau e/ou diarreia com sangue



Envenenamento; doenças infecciosas


Procurar imediatamente o veterinário




Recusa a comer

1 dia

Nada ou então inspeccionar comida
Durante vários dias

Alimentação errada, distúrbios nervosos, inflamação do útero

Procurar o veterinário


Sede excessiva


(exceptuando temperaturas exteriores altas, comida picante ou muito exercício)

Doença dos rins; diabetes; inflamação do útero

Procurar o veterinário


Perturbações no andar

Depois de ter andado a brincar

Distensão; contusão; dores musculares

Observar o cão; caso os sintomas não diminuam, procurar o veterinário

Espontaneamente, sem influências exteriores

Doença dos músculos, ossos, tendões ou nervos; reumatismo

Procurar o veterinário


Comichão ou queda do pêlo

Na zona anal

Vermes; glândulas anais entupidas

Fazer um controle das fezes para detectar vermes, procura o veterinário

Na zona da base da cauda ou não limitado a um local

Pulgas; alergias; ácaros; distúrbios hormonais; eczemas derivado de feridas, provocando comichão

Verificar se há pulgas; se não forem a causa, procurar veterinário

10 comentários:

Anónimo disse...

Tenho um Labrador e ultimamente ele vem comendo a pata, chegando a arrancar pedaços do pelo. Não sei qual o motivo, e gostaria que me enviassem alguma sugestão ou solução que possa resolver ..

Obrigada Daniela.

Email: daniela.cristina40@terra.com.br

ana disse...

Ola

O meu Labrador faz exactamente o mesmo. O veterinário, depois de vários tratamentos sem sucesso, chegou à conclusão de que é sistema nervoso. Fica deprimido quando não estamos em casa.
Solução: estar com ele o maior tempo possível.

Telma disse...

O meu labrador tem 11 meses e também fazia isso e inclusivé lambia muito as patas, até as unhas começarem a ficar ocas e a deitar um mau cheiro e após muita insistência nossa que poderia ser micose o veterinário fez colheita de unhas para análises e veio positivo para trichophyton Spp e agora anda a tomar anti-fungico. O problema disto é que ele está em casa conosco e não tenho quintal e pode ser contagioso. Andar a pôr pomadas e sprays não vale de muito pois eles lambem, então começou os medicamentos orais. Tem que se ter muito cuidado com isto são micoses que podem ser transmitidas aos humanos. Já agora observem as unhas dos vossos cães e vejam se alguma está oca e conseguem ver o sabugo da unha.
A micose de unhas em cão é rara pois normalmente é na pele que eles apanham.

Blog do andré disse...

Ola boa noite, tenho uma Labradora e ela não têm comido e têm estado a vomitar continuamente, e a emitir barulhos pela barriga, também não reage quando as pessoas vão perto dela coisa que não é nada normal.
Se houver alguma coisa que possa fazer gostaria de ser informado.

Obrigado, André Fortes

Email: afgf10@hotmail.com

Bola de Pêlo disse...

André o melhor parece-me ser, se os sintomas se mantiverem, levar a sua cadela ao veterinário o mais rápido possível ou pelo menos contactá-lo. Ela pode estar assim por variadas razões, desde de ter comido algo que não devia, ingerido algum objecto ou mesmo algum produto como detergente, etc.

As melhoras para a sua cadelinha e corra tudo bem ;) Inês

juliana disse...

Oi tenho um labrador
de 7 meses e ele não quer comer
e ja emagreceu bastante....o que eu devo fazer ja tentei de tudo e eu acho k ele esta com gripe...pode ser por isso?ele esta com febre e vomitou uma vez....e esta comendo mato....

Inês disse...

Juliana o melhor é levar o seu chachorro ao veterinário o mais rápido possível! Pode ter alguma coisa grave.

Espero que corra tudo bem! :)

sonia disse...

comprei dois filhotinho de labrador eram minha alegria aqui de minha casa dormiam em caminha acordavam as seis da manha rodeado de carinho por todos aqui tenho uma filha de 16 anos que estes filhotes eram alegris dela mais infelizmente morreram um moreu na sexta outro no domingo levei pro veterinario mais nada deu jeito estavam tomando bactrin começaram com um barulho na bariguinha vacuando sangue com um cheiro horrivel ficaram sem comer ate comida na seringa eu dei so quenao adiantou minha filha esta ate doente sentindo muita falta dos meus bebe eram lindinho pretinhos gostaria de saber que doença maldita esta

junior disse...

Hoje 17 de dezembro. meu grande amigo não estar mas entre nos, ele era um labrador tinha 5 mêses de vida. ele era querido por todos mais infelizmente ele se foi. adeus bruce. EMail: juniorsantossp@hotmail.com

Adriana Persiani disse...

Tenho duas, a Meg de 10 anos é mãe da Marela de 3. Nem parece que a Marela é adulta, ela é muito arteira, as vezes me tira do sério, mas são minhas paixões. A Meg é o meu xodó.