Labradores.com no telemóvel!

21 de junho de 2007

A Origem do Labrador


  O primeiro cão designado "Labrador" surgiu em 1839 e pertencia ao criador Duque de Buccleuch, que contribuiu muito para o aspecto actual do Labrador, através de um apuramento intensivo da raça. Apesar disso, em meados do século passado, os Labradores estavam ainda longe de serem uma raça autónoma por serem todos muito diferentes uns dos outros. Havia, porém, uma coisa em comum, todos provinham de Terra Nova, ilha ao norte do golfo de S. Lourenço.




  Quando a ilha foi ocupada pelos ingleses, no final do século XVI, já existiam cães que acompanhavam os pescadores nos barcos, apanhavam peixes no mar e puxavam as redes para terra. Eram utilizados dois tipos de cães: os primeiros eram cães pesados, grandes e de pêlo comprido, que arrastavam os barcos e as redes e que em terra puxavam  as carroças;  e os segundos eram mais pequenos e hábeis, de pêlo curto, muito denso e impermeável, utilizados, quase exclusivamente, para trabalhos dentro de água. 

As duas espécies eram essencialmente de cor preta e devido à densidade da sua pelagem, não apresentavam sensibilidade às águas geladas de Terra Nova.



 Mais tarde estes cães foram levados para Inglaterra, onde rapidamente se tornaram populares - os grandes, pesados e de pêlo comprido, foram chamados Newfoundland dogs, ou seja, cães de Terra Nova; os mais pequenos e de pêlo curto, foram denominados cães  de St. John  e são estes, sem dúvida, o antepassado do Labrador actual.


  Rápidamente foi descoberto o grande potencial do Labrador para a caça, através do seu olfacto infalível era guiado pelos pântanos e moitas em direcção aos poisos de galeirões e patos, rastejava até aos locais onde caíam os animais abatidos e levava-os até ao seu dono sem os agarrar com demasiada força, entregando-os ao seu dono de livre vontade, contrariando a atitude  dos retrievers já existentes.


  Em 1916 o Labrador foi reconhecido como raça autónoma mas foi só mais tarde que começaram a ser conhecidos os Labradores amarelos e castanhos. Embora tenham existido desde sempre nas ninhadas, o desejo dos criadores era de que o «Labrador original» fosse preto e, por essa razão, não foi desenvolvida a criação das outras cores. 


  Quando os Labradores começaram a ser exibidos nos chamados trials, concursos de cães de caça, os poucos Labradores amarelos que apareceram foram tão bem recebidos que depressa se tornaram mais populares que os pretos. Nos anos 30 foram dados a conhecer os primeiros Labradores chocolates. 


  Os Labradores pretos e chocolates foram os preferidos pelos caçadores por se confundirem com ambiente que os rodeia e os Labrdores amarelos ganharam fama como cães de família.


  No século XX  o Labrador revelou-se cada vez mais, um fantástico cão de família, simpático, enérgico, tranquilo, adaptável, brincalhão... e tornou-se mesmo num fenómeno de popularidade global!


6 comentários:

kelly disse...

Ola boa tarde!!!
adorei esse site heim mto bom
parabens, eu tenhu um labradr que tem mais 9 meses eu peguei ele a uns 3 meses atras e ele tem problema na visão...ele é mto especial mto docil valente ate demais ^^ mais é maravilhoso adora brincar e comer meus vazinhus de plantas.
mais é a alegria da casa

Anónimo disse...

Gosto imenso de labradores!!! São muito especiais

JPS disse...

BOAS SOU DE BRAGA E HOJE GANHEI UM NOVO AMIGO.SIM UMA AMIGO POR MAIS INCRIVEL QUE SEIJA HOJE EM QUANTO TRABALHAVA ENCONTREI UM LABRADOR DE PELO CMPRIDO A DERIVA NUMA ESTRADA , VI LOGO QUE ERA MAIS UM QUE TINHA SIDO TRAIDO PELO DONO AQUELE QUE ELE PENSSAVA QUE HAVIA DE DEFENDER COM UNHAS E DENTES ,MAS AFIMAL ESSE DONO TORNOU-SE UM COVARDE.

PS: ALGUMAS DICAS SERIAM BEM VINDAS

OBR: UM ABRAÇO A TODOS JPS

DENISE disse...

AMO LABRADORES.TENHO O SHAWA,OU ELE ME TEM,NAO SEI.MARAVILHOSAMENTE CHOCOLATE.ADOREI O SITE.GOSTARIA DE SABER MAIS A POTENCIALIDADE DA RACA A RESPEITO DE ADESTRAMENTO PARA BUSCA E RESGATE DE PESSOAS PERDIDAS,PRINCIPALMENTE EM MATAS.

roselia disse...

Um cachorro é sempre bem vindo, principalmente, os da raça labrador por serem dóceis.
E para pessoas q ñ tem família e filhos, é uma ótima opção.

Blenda disse...

Eu amo cachorro, de todas as raças e tamanhos, tenho uma vira-lata de 7 anos, três vira-latas de 1 mês e 1/2 e um labrador caramelo de 1 mês. Eu amo muito eles, demais demais demais demais, por ele ainda ser novinho, ele fica dormindo muito, mas no pouco tempo que fica acordado ele faz uma bagunça, quebra tudo, espalha a comida e a água dele por toda a casa, e os dentinhos dele machucam quando ele morde brincando, ele é labrador com pedigree, labrador puro, comprei ele por R$ 250,00, busquei ele sexta-feira, essa última que passou,ele é muito lindo, eu amo muit ele, sem esquecer dos outros que eu amo igualmente, mas os outros se comportam melhor, são mais socegados, quietinhos.